Editores da série MOC: Antonio Carlos Buzaid - Fernando Cotait Maluf - William Nassib William Jr. - Carlos H. Barrios

Editor-convidado: Caio Max S. Rocha Lima

Carcinomas Uterinos

Dostarlimabe é aprovado para o tratamento do câncer de endométrio no Brasil

O agente anti-PD-1 dostarlimabe recebeu aprovação da ANVISA (Agência Nacional da Vigilância Sanitária) em 02 de março de 2022 para o tratamento de pacientes com diagnóstico de câncer de endométrio avançado ou recidivado com deficiência de mismatch repair (dMMR) ou instabilidade de microssatélites (MSI-H) previamente expostas a um regime quimioterápico baseado em platina.

Cerca de 15 e 30% das pacientes com câncer de endométrio apresentam deficiência de enzimas de reparo ou instabilidade de microsatélite. Trata-se de uma importante opção de tratamento para essa população com câncer de endométrio recidivado”, comenta a Dra. Graziela Zibetti Dal Molin, oncologista da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Essa aprovação é baseada nos dados do estudo GARNET, que avaliou o uso de dostarlimabe no tratamento de 129 pacientes portadoras de câncer de endométrio avançado ou recidivado previamente tratadas com quimioterapia baseada em platina.

A taxa de resposta ao imunoterápico foi de 43,5%, com duração de resposta ≥ 6 e ≥ 12 meses em 97,8% e 90,6% das pacientes que responderam, respectivamente. Na avaliação de segurança, 13,8% das pacientes apresentaram náuseas, 13,8% diarreia, 17,6% fadiga e a taxa de eventos adversos de graus ≥ 3 foi 13,2%.

 

A Dra. Dal Molin complementa que “a eficácia da medicação foi comprovada neste estudo, além da duração de resposta prolongada por cerca de um ano na imensa maioria das pacientes. Assim como outros imunoterápicos, os principais efeitos colaterais foram semelhantes e bem manejados”.

Por Dr. Daniel Vargas P. de Almeida

Continue sua leitura

Mais informações e estudos no MOC Tumores Sólidos

Acessar MOC

Seja o primeiro a saber das novidades, cursos e novos manuais que serão lançados.

Cadastre-se abaixo para ter acesso:

Seu e-mail
Sua área de atuação

Sobre quais áreas você tem interesse de receber conteúdos?