Editores da série MOC: Antonio Carlos Buzaid - Fernando Cotait Maluf - Carlos H. Barrios

Editor-convidado: Caio Max S. Rocha Lima

Vídeo-MOC

VOLUME 13 ● NÚMERO 33

CPNPC EGFR + ABORDAGEM PÓS-PROGRESSÃO A TKI

A introdução das drogas-alvo, particularmente dos inibidores de tirosina quinase, modificou não apenas os desfechos de sobrevida dos pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas avançado com mutação de EGFR, como também motivou uma mudança completa de paradigma, inclusive na classificação clínico-patológica dos tumores primários de pulmão. Apesar disso, nos pacientes que apresentam progressão de doença durante ou após o tratamento de primeira linha com tais drogas ainda não há um consenso sobre qual a melhor estratégia a ser tomada na sequência. O emprego de uma nova amostragem tumoral, preferencialmente a partir de uma nova biópsia, é uma estratégia frequentemente empregada para guiar a condução do tratamento a partir dos achados histológicos e eventualmente de um novo perfil mutacional da lesão tumoral em progressão.

O estudo IMpower 150 incluiu a avaliação de pacientes com alterações moleculares drivers nos genes EGFR e ALK após exposição prévia a um inibidor de tirosina quinase e sugeriu benefício na combinação de quimioterapia associada a atezolizumabe e bevacizumabe frente ao uso de quimioterapia com bevacizumabe nestes pacientes em análise exploratória, com sobrevida global mediana de 26,1 versus 20,3 meses (HR=0,91; IC de 95%:  0,53-1,59), reforçando este como um regime terapêutico eficaz no tratamento de segunda linha do câncer de pulmão metastático com mutação de EGFR.1,2

O Dr. Mauro Zukin, oncologista clínico da Oncologia D’Or e Diretor do GBOT, discorre neste Vídeo-MOC sobre o paradigma atual do tratamento do câncer de pulmão de células não pequenas com mutação de EGFR e na sequência participa de uma discussão sobre as considerações neste cenário de doença em conjunto com o Dr. William N. William, oncologista clínico e diretor do centro de oncologia e hematologia da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Apoio:

Roche_azul_cmyk

Referências:

  1. Socinski MA, Nishio M, Jotte RM, et al. IMpower150 Final Overall Survival Analyses for Atezolizumab Plus Bevacizumab and Chemotherapy in First-Line Metastatic Nonsquamous NSCLC. J Thorac Oncol. 2021;16(11):1909-1924. doi:10.1016/J.JTHO.2021.07.009
  2. Nogami N, Barlesi F, Socinski MA, et al. IMpower150 Final Exploratory Analyses for Atezolizumab Plus Bevacizumab and Chemotherapy in Key NSCLC Patient Subgroups With EGFR Mutations or Metastases in the Liver or Brain. J Thorac Oncol. 2022;17(2):309-323. doi:10.1016/J.JTHO.2021.09.014

Veja também:

Continue sua leitura

Mais informações e estudos no MOC Tumores Sólidos

Acessar MOC

Seja o primeiro a saber das novidades, cursos e novos manuais que serão lançados.

Cadastre-se abaixo para ter acesso:

Seu e-mail
Sua área de atuação

Sobre quais áreas você tem interesse de receber conteúdos?