Editores da série MOC: Antonio Carlos Buzaid - Fernando Cotait Maluf - William Nassib William Jr. - Carlos H. Barrios

Editor-convidado: Caio Max S. Rocha Lima

Vídeo-MOC

VOLUME 13 ● NÚMERO 13

HEPATOCARCINOMA: OTIMIZANDO O TRATAMENTO DE PRIMEIRA LINHA 

O manejo do carcinoma hepatocelular avançado tem se modificado ao longo dos últimos anos, principalmente com a incorporação de novas opções terapêuticas na primeira linha, contando tanto com inibidores de tirosina quinase quanto com agentes imunoterápicos.1–3 Além disso, no ano de 2022, tivemos a atualização dos critérios de estratificação prognóstica e seleção terapêutica BCLC (Barcelona Clinic Liver Cancer), incluindo a incorporação dos novos regimes de tratamento sistêmico como parte das opções de manejo a serem consideradas.4

Tratando-se especificamente da combinação de atezolizumabe e bevacizumabe, o estudo de fase III IMbrave150 randomizou 501 pacientes com carcinoma hepatocelular avançado entre tratamento de primeira linha com o combo ou sorafenibe. Como resultados, foram demonstrados benefício na sobrevida global (HR=0,66; IC de 95%: 0,52-0,85; p=0,0009) e na sobrevida livre de progressão (HR=0,65; IC de 95%: 0,53-0,81; p=0,0001), bem como superioridade na taxa de resposta (30% versus 11%) em favor da combinação.2 Tais resultados motivaram a aprovação da combinação pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em agosto de 2020.

Neste Vídeo-MOC, o Dr. Ricardo Carvalho, oncologista clínico da BP -A Beneficência Portuguesa de São Paulo, apresenta os principais fatores a serem considerados no tratamento do hepatocarcinoma avançado e participa de uma discussão moderada pelo Dr. Fabio Kater, também oncologista clínico da BP -A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Apoio:

Roche_azul_80x45

 

Referências:

  1. Kudo M, Finn RS, Qin S, et al. Lenvatinib versus sorafenib in first-line treatment of patients with unresectable hepatocellular carcinoma: a randomised phase 3 non-inferiority trial. Lancet. 2018;391(10126):1163-1173. doi:10.1016/S0140-6736(18)30207-1
  2. Finn RS, Qin S, Ikeda M, et al. Atezolizumab plus Bevacizumab in Unresectable Hepatocellular Carcinoma. N Engl J Med. 2020;382(20):1894-1905. doi:10.1056/NEJMOA1915745
  3. Abou-Alfa GK, Chan SL, Kudo M, et al. Phase 3 randomized, open-label, multicenter study of tremelimumab (T) and durvalumab (D) as first-line therapy in patients (pts) with unresectable hepatocellular carcinoma (uHCC): HIMALAYA. https://doi.org/101200/JCO2022404_suppl379. 2022;40(4_suppl):379-379. doi:10.1200/JCO.2022.40.4_SUPPL.379
  4. Reig M, Forner A, Rimola J, et al. BCLC strategy for prognosis prediction and treatment recommendation: The 2022 update. J Hepatol. 2022;76(3):681-693. doi:10.1016/J.JHEP.2021.11.018

 

Continue sua leitura

Mais informações e estudos no MOC Tumores Sólidos

Acessar MOC

Seja o primeiro a saber das novidades, cursos e novos manuais que serão lançados.

Cadastre-se abaixo para ter acesso:

Seu e-mail
Sua área de atuação

Sobre quais áreas você tem interesse de receber conteúdos?