Editores da série MOC: Antonio Carlos Buzaid - Fernando Cotait Maluf - William Nassib William Jr. - Carlos H. Barrios

Editor-convidado: Caio Max S. Rocha Lima

Vídeo-MOC

VOLUME 11 ● NÚMERO 15

PANITUMUMABE NO TRATAMENTO DE PACIENTES COM CÂNCER COLORRETAL METASTÁTICO E RAS SELVAGEM

O sequenciamento terapêutico no tratamento do carcinoma colorretal avançado se inicia a partir do estudo do perfil mutacional apresentado por cada tumor. Nesse sentindo, aproximadamente 50% dos pacientes apresentam mutação do RAS, uma alteração que classicamente prediz ausência de benefício ao uso de anticorpos anti-EGFR, como cetuximabe e panitumumabe.

A adição de panitumumabe à quimioterapia como terapia de primeira linha no câncer colorretal em pacientes RAS selvagem é associada a benefícios em sobrevida livre de progressão, sobrevida global, taxa de resposta e profundidade de resposta1, 2.

Além disso, a comparação direta entre o uso de panitumumabe ou cetuximabe em pacientes previamente tratados demonstra eficácia não inferior, além de menor taxa de reações infusionais com o uso de panitumumabe, um evento adverso de importância no tratamento com anticorpos monoclonais3. Adicionalmente, a mutação de resistência S492R no EGFR pode se apresentar em até 16% dos pacientes tratados com cetuximabe e apenas 1% daqueles que receberam panitumumabe4. Dados pré-clínicos e experiências clínicas limitadas sugerem que essa alteração seja sensível a terapia com panitumumabe5.

Quando avaliado em pacientes idosos, uma população especial dentro da oncologia clínica, a associação de panitumumabe a 5-fluoropirimidina em monoterapia demonstra resultados de eficácia consistentes, com baixa incidência de eventos adversos6.

Confira neste Vídeo-MOC uma brilhante apresentação pelo Dr. Fabio Kater, oncologista clínico da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo e coordenador da oncologia da unidade do Hospital BP Mirante, sobre os estudos de maior importância avaliando o tratamento do câncer colorretal avançado com o uso de panitumumabe, sob a moderação do Dr. Antonio C. Buzaid.

  1.  Ann Oncol 25:1346, 2014.
  2.  Eur J Cancer 51:1231, 2015.
  3.  Eur J Cancer 68:51, 2016.
  4.  Ann Oncol 25:abstr O-0011, 2014.
  5.  Nat Med 18:221, 2012.
  6.  J Clin Oncol 38:abstr 4002, 2020.

Apoio:

Logo_Amgen

MINIBULA – VECTIBIX® (panitumumabe)

Material promocional aprovado de acordo com as regulamentações locais, destinado apenas aos profissionais da saúde habilitados a prescrever e/ou dispensar medicamentos. A Amgen® recomenda o uso de seus medicamentos, de acordo com a aprovação regulatória local. Todas as referências citadas neste material estão disponíveis mediante solicitação dos profissionais da saúde ao SIC (Serviço de Informações Científicas), através do número gratuito 0800 742 0800 e/ou e-mail [email protected].

As informações contidas neste e-mail destinam-se apenas aos profissionais da saúde e não devem ser copiadas os distribuídas a qualquer pessoa que não seja o destinatário a quem se destina. Você está recebendo este e-mail, pois consentiu o envio de e-mails e SMS por parte da Amgen®. Você pode revogar seu consentimento sem efeitos retroativos ou se opor ao envio de comunicações por e-mail. Para isso cancele sua inscrição aqui. A Amgen® está comprometida em respeitar sua privacidade de acordo com todas legislações, regulamentações e boas práticas aplicáveis por meio das Práticas de Privacidade de Dados da Amgen®. Para mais informações, visite https://www.amgen.com.br/privacystatement/

Amgen_LogoSAC e SIC

 

 

Continue sua leitura

Mais informações e estudos no MOC Tumores Sólidos

Acessar MOC

Seja o primeiro a saber das novidades, cursos e novos manuais que serão lançados.

Cadastre-se abaixo para ter acesso:

Seu e-mail
Sua área de atuação

Sobre quais áreas você tem interesse de receber conteúdos?