Editores da série MOC: Antonio Carlos Buzaid - Fernando Cotait Maluf - William Nassib William Jr. - Carlos H. Barrios

Editor-convidado: Caio Max S. Rocha Lima

Vídeo-MOC

VOLUME 11 ● NÚMERO 03

Avelumabe e axitinibe no tratamento de primeira linha para o câncer renal de células claras metastático

Aprovado em maio de 2019 pelo FDA (Food and Drug Administration), depois em novembro de 2019 pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o uso do anticorpo monoclonal anti-PDL-1 avelumabe em associação com o antiangiogênico axitinibe representa uma sólida opção de tratamento para os pacientes com câncer renal de células claras metastático independente do status PDL-1 e do grupo de risco prognóstico.

Para falar sobre essa importante opção de tratamento bem como sobre o manejo do câncer de rim metastático na primeira linha e as atuais perspectivas, preparamos este especial Vídeo-MOC, com participação do Dr. Fernando Cotait Maluf e do Dr. Antonio C. Buzaid, editores do MOC.

A apresentação é iniciada com uma breve revisão sobre a classificação dos tumores renais por critérios de risco MSKCC e também por critérios de risco IMDC, os quais são bastante utilizados não só para delineamento do prognóstico dos pacientes, mas também para inclusão desses pacientes nos estudos. Na sequência, Dr. Fernando Maluf fala com detalhes sobre a história evolutiva do carcinoma de células renais avançado (CCRa) na primeira linha, que inicialmente baseava-se no uso de inibidores de tirosina quinase (TKIs) do VEGFR (vascular endothelial growth fator receptors), depois passou pela introdução dos importantes inibidores de checkpoint, destacando-se os anti-PD-1, anti-PDL-1 e anti-CTLA-4, e agora conta com estratégias de combinação de agentes, podendo ser inibidores de checkpoint imunológicos entre si ou e um inibidor de checkpoint e um agente antiangiogênico (TKIs do VEGFR ou anticorpo monoclonal anti-VEGF).

No tocante ao cenário atual, Dr. Fernando segue com uma ampla explicação sobre as justificativas para a combinação de um inibidor de PDL-1 com um inibidor de VEGFR e destaca “essa combinação é sinérgica por vários motivos biológicos. A inibição do VEGF potencialmente pode deixar o tumor frio do ponto de vista imunológico para um tumor quente, permitindo que os inibidores do PD-1 e PDL-1 trabalhem de um modo muito mais eficaz” e completa “não é uma adição simples, mas um sinergismo dessas duas medicações com mecanismos de ação diferentes. No caso e foco em avelumabe e axitinibe, é importante saber que axitinibe foi em estudos fase I e fase II o melhor inibidor da angiogênese, o melhor inibidor da tirosina quinase que poderia com mais segurança ser combinado a inibidor de PD-1 e PDL-1. Nesse sentido, sunitinibe, pazopanibe e sorafenibe não se configuraram como seguros na combinação. Assim, combinou-se então com avelumabe, uma nova droga que inibide o PDL-1”.

A aprovação do tratamento com avelumabe e axitinibe na primeira linha do CCRa é baseada nos resultados do estudo fase III JAVELIN Renal 101, foco de discussão neste Vídeo-MOC. O estudo randomizou 886 pacientes com câncer renal de células claras metastático para receberem na primeira linha a combinação de avelumabe + axitinibe ou sunitinibe em uma razão 1:1. O objetivo primário do estudo foi atingido, demonstrando que o tratamento com avelumabe + axitinibe foi associado a maior sobrevida livre de progressão na população PDL-1 positivo (foco da análise) em relação a sunitinibe isolado (14 meses versus 7 meses) respectivamente. Na população geral, incluindo PDL positivo e negativo, também houve benefício, com redução do risco de morte ou progressão de 31% no grupo de avelumabe + axitinibe. A taxa de resposta foi duas vezes maior no grupo da combinação independentemente do status PDL-1 em todos os grupos de risco (51% versus 25%). Os resultados do JAVELIN Renal 101 mostraram também que perfil de toxicidade foi bastante tolerável com o uso de avelumabe e axitinibe, inclusive comparável favoravelmente às combinações de ipilimumabe e nivolumabe (Checkmate 214) e axitinibe com pembrolizumabe (KEYNOTE 426).

Confira mais um Vídeo-MOC.

Apoio:

Marca Merck_Pfizer

Veja também:

 

Continue sua leitura

Mais informações e estudos no MOC Tumores Sólidos

Acessar MOC

Seja o primeiro a saber das novidades, cursos e novos manuais que serão lançados.

Cadastre-se abaixo para ter acesso:

Seu e-mail
Sua área de atuação

Sobre quais áreas você tem interesse de receber conteúdos?