Editores da série MOC: Antonio Carlos Buzaid - Fernando Cotait Maluf - William Nassib William Jr. - Carlos H. Barrios

Editor-convidado: Caio Max S. Rocha Lima

Cobertura de congressos

ESMO 2019: Dr. Gustavo Schvartsman – nivolumabe e ipilimumabe em Melanoma | Resultados de SG do estudo CheckMate 067 e de SLR do CheckMate 238

Na última edição da European Society for Medical Oncology (ESMO 2019), realizada entre os dias 27 de setembro e 1º de outubro em Barcelona, Espanha, foi apresentado o esperado resultado de 5 anos do estudo fase III CheckMate 067 e também o follow-up de 36 meses do estudo CheckMate 238, com dados de sobrevida livre de recorrência que reforçam o importante papel de nivolumabe no tratamento do melanoma.

O estudo CheckMate 067 comparou a combinação de nivolumabe + ipilimumabe versus nivolumabe isolado versus ipilimumabe isolado no tratamento do melanoma metastático. O trabalho já havia sido apresentado na ESMO 2018, com dados de taxa de resposta e sobrevida global a favor da terapia de combinação. Na atualização apresentada na ESMO 2019, o que se observou foram os dados conclusivos de sobrevida global, com resultados significativos que reforçam o benefício da combinação, demonstrando sobrevida global prolongada de 52% no grupo de nivolumabe + ipilimumabe versus 44% no grupo de terapia isolada com nivolumabe versus 26% no grupo de ipilimumabe. Os dados foram publicados simultaneamente no New England.

Já a atualização do estudo CheckMate 238 apresentada nesta edição da ESMO confirmou a eficácia e segurança de nivolumabe no tratamento adjuvante de melanoma estádio IIIB a IV, com dados mais robustos de sobrevida livre de recorrência. Os resultados da análise reforçaram que o uso de nivolumabe após a abordagem cirúrgica está associado à redução no risco de recorrência de doença ou morte independente da expressão de PDL-1 e da presença ou ausência da mutação de BRAF, com possibilidade de cura. Os dados apresentados reforçaram também a superioridade de nivolumabe em relação à ipilimumabe em termos de toxicidade, com menor número de eventos adversos.

Assista ao vídeo na fala do Dr. Gustavo Schvartsman, oncologista do Centro de Oncologia Família Dayan-Daycoval do Hospital Israelita Albert Einstein.

Apoio:

Bristol-Myers-Squibb

Parceria:

banner oncinfo_newhealth_2

Continue sua leitura

Mais informações e estudos no MOC Tumores Sólidos

Acessar MOC

Seja o primeiro a saber das novidades, cursos e novos manuais que serão lançados.

Cadastre-se abaixo para ter acesso:

Seu e-mail
Sua área de atuação

Sobre quais áreas você tem interesse de receber conteúdos?